DEBATES, CONSENSOS E OUTRAS CONVENIÊNCIAS PDF Imprimir e-mail
03-Jan-2009

b.jpgO regulamento preparatório da convenção, prevê 3 fins-de-semana para debates entre as moções.

Os elementos eleitos para a COC afirmaram a vontade de encontrar consenso para as datas a calendarizar, mas foi intenção vazia de conteúdo.

Estas são as propostas apresentadas e o calendário que foi aprovado com o exclusivo voto contra do nosso representante na COC.

 

Texto de Teodósio Alcobia, representante da Moção B na COC

 


DIA

Pedro Soares

Isabel Faria

Teodósio Alcobia

Calendário aprovado

09  6ª f

21h Lisboa

21h Beja

21h Lisboa

21h  Lisboa

21h  Aveiro

21h Lisboa

10  Sáb

15h Viseu

15h Viseu

21h V. Castelo

21h Évora

15h  Leiria

15h  Viseu

15h  C. Branco

21h   Guarda

21h  Santarém

15h Viseu

11 Dom 

15h Setúbal 

15h Beja

15h Leiria

15h  Beja

15h  Évora

15h Setúbal

15h Beja

16  6ª f 

21h Porto

21h Santarém

21h Leiria

21h Coimbra

21h Porto

21h Aveiro

21h  Porto

21h  Faro

21h Porto

21h Santarém

21h Leiria

21:30h Coimbra

17  Sáb

15h Portalegre

21h Évora

21h Aveiro

15h Portalegre

21h C. Branco 

21h  Faro

15h  Portalegre

21h  V. Castelo

15h Portalegre

15h Braga

 21h Aveiro

21h V. Castelo

18  Dom

15h Braga

15h ou 21h Braga

15h  Braga

15h  Setúbal

15h Évora

23  6ª f 

21h V. Castelo

21h Faro

21h Coimbra

21h Santarém

21h Coimbra

21h Faro

24  Sáb  

15h Açores

15h Madeira  

15h Guarda

21h C. Branco

15h V. Real

21h Bragança

15h Açores

15h Madeira

 21h  Setúbal

15h Açores

15h  Madeira

15h  Bragança

 21h  V. Real

15h Açores

15h Madeira

15h Guarda

21h C. Branco

15h V. Real

21h Bragança

25  Dom

 

15h V. Real

15h Bragança

 

 

 

PORQUÊ?

A desculpa apresentada é de que se precisa de tempo para mobilizar os aderentes.

Será que os funcionários da organização vão usar o seu tempo, até lá, para “o porta-a-porta”, lembrando a cada aderente qual a moção que apoiam?

Ou será que a moção esmagadora e previsivelmente maioritária, vai dar “mais uma voltinha” pelo país? Repetindo as sessões em monólogo, que fizeram em Novembro, arrebanhando assinaturas de apoio, ainda antes de estar iniciado o período preparatório da convenção, aprovado pela própria maioria, em mesa nacional...

 

PARA QUÊ?

Mas o que consideramos escandaloso, é o facto de o último fim-de-semana “cair” já para além do prazo de entrega das listas de delegados.

Estes debates minimalistas, que deveriam constituir apenas mais um momento de debate entre os bloquistas, têm-se transformado, convenção após convenção, em formais apresentações de textos, quase sem tempo para as opiniões “avulsas” dos aderentes. Tornam-se pela 2ª vez, meros formalismos inúteis, pois os aderentes irão a esses debates, já vinculados a listas apoiantes de cada moção.

 

Teodósio Alcobia

 

 
< Artigo anterior
Esquerda.netsite do Bloco de Esquerda

vê aqui o deBatEs 1ver deBatEs #2

  ARTIGOS PUBLICADOS
30 de Janeiro  - Democracia Interna e Política - José Guilherme Gusmão
27 de janeiro . “Acordos de Lisboa” versão 2009 (e também 2010) - Cristina Portella e João Delgado
26 de Janeiro - A diferença deve ser a prática não a teoria... - Albertina Pena
26 de Janeiro - A identidade ideológia do Bloco  de Esquerda - Ferreira dos Santos
24 de Janeiro - A força do Bloco para os trabalhos mais difíceis - Francisco Louçã
21 de Janeiro - As confusões e as cabeças - Victor Franco
19 de Janeiro - Os caça fantasmas - João Delgado
16 de Janeiro - O Futuro passa por aqui - Isabel Faria
16 de Janeiro - Política ou como a forma molda o resultado - Helena Carmo
16 de Janeiro - Pau Pau Pau - Margarida Castro Felga
12 de Janeiro - Precisa-se: Intervenção sindical combativa - João Pascoal
12 de Janeiro -Da guerra, da política e das palavras (PARTE II) - Miguel Portas
11de JaneiroEleição de delegados ou "primárias" - António Sequeira
9 de Janeiro - Da guerra, da política e das palavras (PARTE I) - Miguel Portas 
8 de Janeiro - Metamorfoses e transformação - Luís Fazenda
8 de Janeiro - Sem participação não há democracia - Isabel Faria 
3 de Janeiro - Debates, consensos e outras conveniências - Teodósio Alcobia
3 de JaneiroConserto institucional à margem dos povos - Paulo F. Silva

© 2018 VI Convenção Nacional do Bloco de Esquerda